What the Bible says about light and seed

The True Light "In him, (the Lord Jesus) was life, and that life was the light of men. The light shines in the darkness, but the darkness has not understood it. The true light that gives light to every man was coming into the world,…the world didn’t recognize him." John 1:4,9.

The Good Seed and the Weeds “The kingdom of heaven is like a man who sowed good seeds in his field. But while everyone was sleeping, his enemy came and sowed weeds among the wheat and went away. Matthew 13:24,25.

Sunday, November 1, 2015

HALLOWEEN





Reblogged from https://aldric.wordpress.com

* Este estudo é a síntese de alguns estudos de vários outros autores com alguns acréscimos meus. Ele foi elaborado há muitos anos e as fontes se perderam. Por favor, caso você reconheça algum trecho nos informe para podermos colocar os créditos pertinentes.

O QUE SIGNIFICA HALLOWEEN?
A palavra “Halloween” surgiu da contração das palavras “All Hallows Evening”, que, em inglês erudito significa “Noite de todos os Santos” ou “Noite de todas as almas”.

A ORIGEM · PORQUE O HALLOWEEN É COMEMORADO NO DIA 31 DE OUTUBRO?
Este dia não é escolhido por acaso. O dia 31 de outubro é a principal das quatro datas de descanso das bruxas.
Vejamos quais são elas:
fevereiro – entidade “Imbolc” dia da marmota – homenagem à Brigitte, deusa pagã da cura
maio – entidade “Beltain” feriado chamado Beltrane, é, entre os bruxos o tempo de plantar
agosto – Lughnasadh – festa de colheita em comemoração ao deus sol, a divindade brilhante
Estas três primeiras datas marcavam a passagem das estações, o tempo de plantar e o tempo de colher, assim como o tempo da morte e ressurreição da terra.

A QUARTA DATA: O DIA DE SAMHAIN
A última destas datas é 31 de outubro, o dia de Samhain ou Saman, que significa “senhor da morte” e marca a entrada do inverno, ou a entrada da estação das trevas. É o último dia para qualquer colheita. Nesse tempo, os druidas executavam rituais em que um caldeirão simbolizava a abundância da deusa. Acreditavam ser um estado intermediário, uma temporada sagrada de superstição e de invocação de espíritos.

Assim, para os Druidas, que eram ligados à feitiçaria e à magia, neste dia, o portal que separa os mortos dos vivos se abre e os mortos passam a ter contato com os vivos. Ou seja, o dia em que os mortos voltam. Para eles era o dia em que Samhain vinha com os mortos e para que as lavouras não fossem atormentadas pelos espíritos, era necessário deixar uma oferenda, muitos acendiam fogueiras para afugentar os maus espíritos e aplacar poderes sobrenaturais que controlavam os processos da natureza. Para as bruxas este dia é o último dia do ano.

O Halloween era um costume ou uma cerimônia tipicamente irlandesa e foi introduzida nos Estados Unidos por estes imigrantes. No fim do século XIX, o costume se popularizou nos EUA. Lá até hoje esta data é vista como o dia em que alguns atos mais maldosos ou violentos podem ser tolerados. Espiritualmente podemos compará-lo ao nosso carnaval, época em que a lascívia e a sensualidade são consentidos a ponto de se achar “normal” pessoas nuas desfilarem pela rua.

QUEM ERAM OS DRUIDAS?
Druidas eram membros de um culto sacerdotal entre os celtas, viviam em regiões da França, Inglaterra e Irlanda. Os deuses que eles adoravam eram semelhantes aos deuses gregos e romanos, mas com nomes diferentes. Não se sabe muito sobre eles, pois os ensinamentos eram passados oralmente e sob juras de segredo. Algumas das práticas conhecidas:
· eram brutais, temidos pelo seu poder e tinham sede de sangue;
· moravam nas florestas e cavernas;
· davam instruções, faziam “justiça” e previam o futuro através de vôo de pássaros, do fogo, e do exame do fígado e outras entranhas de animais sacrificados;
· ofereciam sacrifícios humanos;
· tinham como sagrados a lua, a “meia-noite”, o gato e o carvalho.
Os druidas foram exterminados pelos romanos na França e Inglaterra antes do final do primeiro século, mas continuaram ativos na Irlanda até o quarto século.

O PERIGO DO HALLOWEEN
Em teoria, o “Halloween”, ou como é conhecido por nós brasileiros, o “Dia das Bruxas” não passa de uma festa pagã. Mas, na prática é a data mais importante para os satanistas.
O Halloween pode parecer uma brincadeira inocente, mas ele tem uma relação religiosa. 

Você acha que querer ter um contato com mortos seja uma brincadeira? Há processos praticados nos rituais do “Halloween” que são comuns à Wicca e ao Satanismo como: purificar a área ou o círculo, invocar os quadrantes (vento, terra, água e fogo) e o Senhor e a Senhora (deuses) com orações de invocações. Numa das orações de invocação, se convida a morte a ser recebida com todo o coração.

No entanto, por trás da aparente brincadeira, há a realidade espiritual. Muitos bruxos e satanistas se preparam, durante todo o ano para estas festividades. Muitos deles consideram a data como o aniversário de satanás, e por isso consideram o momento ideal para fazer sacrifícios humanos e pactos satânicos. No período de 15 dias antes de 31 de outubro e 15 dias após, é comum o sacrifício humano em busca de mais poder e prosperidade. Há estatísticas que apontam para um aumento no desaparecimento de crianças no mundo inteiro, entre os meses de agosto e outubro.

COMO O HALLOWEEN CHEGOU ATÉ NÓS? A INCLUSÃO CATÓLICA.
Desde o tempo de Constantino – que fez do catolicismo a religião do estado – os imperadores romanos perceberam que para manter o império unificado, era necessário que o maior número de pessoas tivessem a mesma religião. Assim, criou-se uma lei que “obrigava” a todos a aceitarem o catolicismo como sua religião. Porém, para evitar conflitos e choques culturais maiores, passaram a introduzir aos ritos católicos as práticas pagãs destes que se tornaram católicos por imposição.

A Igreja Católica entendia que a única maneira de manter os pagãos nas missas, era permitir a prática de algumas de suas tradições e costumes. Dessa forma permitiu-se que guardassem alguns festivais, tais como o Halloween ou o Dia dos Fiéis Defuntos. Eles o usariam para comemorar a morte dos “santos”. A Igreja Católica celebrava originalmente o “Dia de Todos os Santos” no mês de maio e não no dia 2 de novembro como é feito atualmente. Porém em 835, o Papa Gregório III, estabeleceu o Dia dos Fiéis Defuntos no dia primeiro de novembro, para que o povo desse continuidade às celebrações antigas.

SÍMBOLOS
Tudo neste dia tem uma simbologia. As práticas relacionadas ao Halloween identificam-se facilmente com o ocultismo e com o satanismo. São elas:

1. As cores: laranja e preto 
As cores usadas no Halloween, o laranja e o preto, também têm sua origem no oculto. Elas estiveram ligadas a missas comemorativas em favor dos mortos, celebradas em novembro. As velas de cera de abelha tinham cor alaranjada, e os mantos que cobriam os mortos eram pretos.

2. A abóbora iluminada
Na Europa era usado um nabo, com um rosto esculpido e uma vela dentro para iluminar o caminho dos que andavam pela floresta durante a noite. Simbolizava o espírito morto do qual recebiam poder – Joquio.

Ao vir para os EUA, o nabo foi substituído pela abóbora e o espírito passou a ser chamado Jack! A aparente e inofensiva abóbora iluminada é um símbolo antigo de uma alma maldita e condenada. Elas são chamadas “Jack-O Lanterns”, por causa da lenda de um homem chamado Jack, que não podia entrar no céu, por causa de sua maldade, nem no inferno, pois havia pregado peças no  diabo. Condenado a perambular pela terra como espírito até o dia do juízo final, Jack colocou uma brasa brilhante num grande nabo oco, para iluminar-lhe o caminho através da noite.
Este talismã (que virou abóbora) simbolizava uma alma condenada.

3. Doce ou travessura?
Acreditava-se na cultura celta que para apaziguar os espíritos malignos, era necessário deixar comida para eles. Esta prática foi transformada com o tempo e os mendigos passaram a pedir comida em troca de orações por quaisquer membros mortos da família. Também neste contexto, havia na Irlanda a tradição de um homem que conduzia uma procissão para angariar oferendas de agricultores, a fim de que suas colheitas não fossem amaldiçoadas por demônios. Uma espécie de chantagem, que daí deu origem ao “travessuras ou doces” ou “Trick or Treat“.

Podemos traçar um paralelo e concluir que as crianças que se submetem a esta “brincadeira” representam os demônios já que saem pedindo doces para elas mesmas. No contexto histórico, o agricultor pedia alguma coisa para dar como oferenda aos demônios.

4. Bruxas e fantasmas 
Os antigos Druidas acreditavam que nesta noite (31 de outubro) as bruxas, fantasmas, espíritos, fadas, e duendes saíam para prejudicar as pessoas.

5. Lua cheia, gatos e morcegos 
Acreditava-se que a lua cheia marcava a época de praticar certos rituais ocultos.
O gato estava associado às bruxas por superstição. As bruxas acreditam poder transferir seus espíritos para gatos que são considerados como “um espírito familiar”. Acreditam também que após um período de silêncio com a busca da meditação, o próprio diabo aparecia na forma de um gato preto.

Os Druidas também tinham os gatos como animais sagrados e acreditavam que eles haviam sido seres humanos que foram transformados em gatos como castigo por alguma perversidade. Representavam, para eles, seres humanos encarnados ou espíritos malvados. A cor do gato originalmente não era um fator importante.

O morcego, por sua habilidade de perseguir sua presa no escuro, adquiriu a reputação de possuir forças ocultas. O mamífero voador também possuía as características de pássaro (para o ocultismo, símbolo da alma) e de demônio (por ser noturno). No período medieval acreditava-se que demônios transformavam-se em morcegos.

6. As máscaras e fantasias
As máscaras são vistas como uma maneira de afastar espíritos maus ou mudar a personalidade de quem a usa. Alguns acreditam enganar e assustar os espíritos malignos, quando vestidos com máscaras. Grupos envolvidos com magia negra e bruxaria também usam máscaras para criar uma “ligação” com o mundo dos espíritos.

7. As fogueiras
A palavra inglesa para fogueira é “Bonfire”, formada pelas palavras “Bone” (osso) e “Fire” (fogo). Nas celebrações da “Vigília de Samhain” os druidas construíam grandes fogueiras com cestas de diversos formatos e queimavam humanos vivos. Observando a posição dos corpos em chama, eles diziam ver o futuro.

8. O Pentagrama
O pentagrama tem sido usado como amuleto por muitos, mas ele é um símbolo básico da feitiçaria. É o ponto central do trabalho de encantamento e geralmente é colocado sobre ou na frente do altar.

9. Maçãs num tonel
Esta antiga prática veio de adivinhar o futuro. O participante que obtinha sucesso poderia contar com a ajuda dos espíritos para a realização amorosa com a pessoa amada.

O CRISTÃO DEVE PARTICIPAR DO HALLOWEEN?
Acredito que a maioria das pessoas que participam de festas de Halloween não conhecem seu verdadeiro significado. Como vimos neste estudo, é evidente que os participantes desta “festa” ficam expostos a uma contaminação maligna. Entretanto, o mundo espiritual não aceita e não reconhece o “Eu não sabia” e o fato de uma pessoa participar do Halloween abre uma porta de entrada aos demônios. Como lemos em:
1PE 5:8 | “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar”.

Como cristão precisamos ter posições claras a respeito de assuntos como este e mostrar aos que ainda estão no engano como algo aparentemente tão inocente e inofensivo pode ser prejudicial. Em nossos corações não pode haver espaço para dúvidas em questões como esta. Em 1 Tessalonicenses há uma direção objetiva quanto a isto:

1 TS 5:23 (NTLH) | “23Que Deus, que nos dá a paz, faça com que vocês sejam completamente dedicados a ele. E que ele conserve o espírito, a alma e o corpo de vocês livres de toda mancha, para o dia em que vier o nosso Senhor Jesus Cristo. 24Aquele que os chama é fiel e fará isso”.

Não precisamos de um conhecimento teológico muito profundo para entender que uma pessoa que se fantasia de bruxa, coloca máscaras com motivos demoníacos e passa horas e horas num ambiente de trevas, celebrando os mortos não está conservando seu corpo alma e espírito irrepreensíveis. Ao contrário, está invocando o poder das trevas e desejando uma aproximação com os demônios. Há ainda mais referências, em Provérbios e João diz:
PV 27:20 | “O inferno e o abismo nunca se fartam, e os olhos do homem nunca se satisfazem”.
JO 3:19 | “O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más”.

Por incrível que pareça, há até igrejas que participam destas celebrações. Muitos acreditam que a opção é vestir as crianças de personagens bíblicos. Mas, não há opção, como cristãos não podemos concordar com estas celebrações. Na realidade devemos guerrear no mundo espiritual para que os que estão cegos pelo deus deste século possam entender o fundo pernicioso destas celebrações.

Atualmente o “Halloween” não é explicitamente uma celebração de trevas, morte, medo, ameaças, destruição e mal. Há bruxas, vassouras, morcegos, corujas, esqueletos, morte e monstros. Você pode pensar que estamos levando muito a sério algo supostamente divertido. Mas neste período há adivinhações, velas e invocação de espíritos, sacrifícios de cães, gatos, ratos, galinhas, cabras e até de seres humanos. E isto é abominável a Deus.
LV 19:31 (NTLH) | “31– Não procurem a ajuda dos que invocam os espíritos dos mortos e dos que adivinham o futuro. Isso é pecado e fará com que vocês fiquem impuros. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês”.

Você já se perguntou o que Deus pensa dessa prática e seus praticantes? A resposta está em:
DT 18:9-14 (NTLH) | “9– Quando vocês tomarem posse da terra que o Senhor, nosso Deus, está dando a vocês, não imitem os costumes nojentos dos povos de lá. 10Não ofereçam os seus filhos em sacrifício, queimando-os no altar. Não deixem que no meio do povo haja adivinhos ou pessoas que tiram sortes; não tolerem feiticeiros, 11nem quem faz despachos, nem os que invocam os espíritos dos mortos. 12O Senhor Deus detesta os que praticam essas coisas nojentas e por isso mesmo está expulsando da terra esses povos, enquanto vocês vão tomando posse dela. 13Em todas as coisas sejam fiéis ao Senhor, nosso Deus. 14Moisés disse ao povo: – Os povos da terra que vai ser de vocês seguem os conselhos dos que adivinham o futuro e dos que tiram sortes; mas o Senhor, nosso Deus, não quer que vocês façam isso”.

IS 8:19 (NTLH) | “19– Algumas pessoas vão pedir que vocês consultem os adivinhos e os médiuns, que cochicham e falam baixinho. Essas pessoas dirão: “Precisamos receber mensagens dos espíritos, precisamos consultar os mortos em favor dos vivos!” 20Mas vocês respondam assim: “O que devemos fazer é consultar a lei e os ensinamentos de Deus. O que os médiuns dizem não tem nenhum valor”. 
Não há espaço para dúvidas. A resposta de Deus é direta: o que devemos fazer é consultar a lei e os ensinamentos de Deus!

A Bíblia diz que Deus procura adoradores que o adorem em espírito e em verdade. Quem quer adorar a Deus, quem quer agradá-lo deve dedicar seu tempo e apoio a celebrações como esta? Este tipo de “festa” cultiva em nós os frutos do Espírito ou nos faz cultivar uma tendência à idolatria, à inimizade, ao ciúmes, ao ódio e egoísmo? O “Halloween”, estimula o amor a Deus e a Seu Filho Jesus ou nos permite um contato com demônios, bruxarias e uma quantidade de outras atividades – que como você mesmo pode ler nas passagens acima – são NOJENTAS para Deus?

GL 5:19-21 | “19Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, 20idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, 21invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam”. 

Para finalizar e evidenciar ainda mais a seriedade desta suposta “brincadeira” é importante lermos o que Paulo diz em 1 Coríntios:
1 CO 10:18-21 (NTLH) | “18Pensem no povo de Israel. Aqueles que comem as coisas oferecidas em sacrifícios tomam parte juntos no sacrifício que é oferecido a Deus no altar. 19O que é que eu quero dizer com isso? Que o ídolo ou o alimento que é oferecido a ele tem algum valor? 20É claro que não! O que estou dizendo é que aquilo que é sacrificado nos altares pagãos é oferecido aos demônios e não a Deus. E eu não quero que vocês tomem parte nas coisas dos demônios. 21Vocês não podem beber do cálice do Senhor e também do cálice dos demônios. Vocês não podem comer na mesa do Senhor e também na mesa dos demônios.”

MT 5:24 |  “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro”.
Não há como conciliar vida cristã e santidade com esta visível adoração ao “senhor da morte”. Nunca houve nada cristão no “Halloween” e isto não pode ter espaço na vida daqueles que nasceram de novo em Cristo. Em nada o “Halloween” condiz com a Bíblia. Qual Senhor você tem agradado?

Lembre-se a nossa luta não é contra carne, mas contra potestades, principados e príncipes das trevas. Vivemos os últimos dias e o texto de 1 Timóteo nunca foi tão atual:
1 TM 4:1 (NTLH) | “1O Espírito de Deus diz claramente que, nos últimos tempos, alguns abandonarão a fé. Eles darão atenção a espíritos enganadores e a ensinamentos que vêm de demônios.”

Nestes últimos dias em qual lado você estará?

AP 21:8 | “Mas os covardes, os traidores, os que cometem pecados nojentos, os assassinos, os imorais, os que praticam a feitiçaria, os que adoram ídolos e todos os mentirosos, o lugar dessas pessoas é o lago onde queima o fogo e o enxofre, que é a segunda morte”.

Nós, os verdadeiros adoradores não podemos mais nos acovardar. Não há mais tempo a perder. O mundo clama por palavras de vida, o mundo clama pelo toque de Deus, e é hora de fazermos a diferença. Renove sua mente, não se conforme com este século, faça a sua parte!

P.S.: Não há base legal para que escolas, cursinhos ou quaisquer outras instituições ou pessoas nos obriguem a participar de nenhuma celebração que contrarie nossa fé. A Constituição Brasileira no ART.VI-Capitulo I – Titulo II nos assegura o direito da pratica de fé: “É INVIOLÁVEL A LIBERDADE DE CRENÇA, SENDO ASSEGURADO O LIVRE EXERCICIO DOS CULTOS RELIGIOSOS E GARANTIDA, NA FORMA DE LEI, A PROTEÇÃO AOS LOCAIS DE CULTOS E AS SUAS LITURGIAS -()”.

No comments:

Post a Comment

Your comment is appreciated and helps me in choosing various subjects for my posts. Thank you. Ce blogger apprécie vos commentaires qui l´aident à choisir de nouveaux thèmes.. Seus comentarios são bemvindos e ajudam este blogger na escolha de uma variedade de temas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...